Campanha de vacinação contra o Sarampo será realizada junto com a da Influenza

No mesmo período também será realizada a imunização de trabalhadores da saúde contra o Sarampo
Por Alexandra Teodoro

A Campanha Nacional contra o Sarampo para crianças de seis meses a 05 anos de idades contra o Sarampo de 2022 será realizada em paralelo com a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza.  No mesmo período também será realizada a imunização de trabalhadores da saúde contra o Sarampo.  

O período da imunização será de 04 de abril a 03 de junho, sendo o dia D de mobilização social, 30 de abril. A vacinação será realizada em duas etapas: vacinação dos trabalhadores da saúde - juntamente com a primeira etapa da vacinação contra influenza: de 04 de abril a 02 de maio;  campanha de seguimento contra o Sarampo – juntamente com a segunda etapa da vacinação contra influenza: de 03 de maio a 03 de junho de 2022.

“A vacinação contra o sarampo permitirá interromper a circulação ativa do vírus, minimizar a carga da doença, proteger a população, além de reduzir sobrecarga sobre os serviços de saúde em decorrência de mais esse agravo. Por isso chamamos nossa população, contempladas na campanha para tomarem a vacina”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Sesapi. 

A Coordenação de Imunização, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), já está reforçando o abastecimento dos municípios com a vacina tríplice viral, e aguarda o envio por parte do Ministério da Saúde dos imunizantes contra a Influenza. 

Foto: AssessoriaCampanha de vacinação contra o Sarampo será realizada junto com a da Influenza
Campanha de vacinação contra o Sarampo será realizada junto com a da Influenza

“Como é uma vacina que faz parte do calendário de rotina já contamos com ela em nosso estoque e já estamos fazendo o envio aos municípios. A da gripe ainda estamos esperando o ministério nos enviar”, disse a coordenadora de Imunização da Sesapi, Kássia Barros. 

Na Campanha Nacional contra o Sarampo o Piauí pretende imunizar 74.744 profissionais da saúde e 210.354 crianças de seis meses a 05 anos de idade. O estado não registra casos de sarampo desde  2019 quando foram confirmados 12 casos da doença. 

O sarampo é uma doença infecciosa, aguda, transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir com complicações e óbito, particularmente em crianças menores de um ano de idade. Para evitar a proliferação da doença a Sesapi, através do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS), segue capacitando para a prevenção e notificação da doença. 

“Em dezembro de 2021 reunimos todos os núcleos e vigilâncias do estado para a sensibilização contra a notificação e cuidados em prevenção da doença, principalmente o estimulo à vacinação, melhor forma de prevenir contra o sarampo”, explica a coordenadora do Cievs, Amélia Costa.

Saiba mais sobre: