Wellington assina Termo de Compromisso com Anvisa para importação da Sputnik

No total, são 37 milhões de doses da vacina Sputnik V fechadas em contrato com o Consórcio Nordeste
Por Alexandra Teodoro

O governador do Piauí e presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias, assinou, nesta quinta-feira (8), o Termo de Compromisso com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de importação excepcional da vacina Sputnik V. O Termo de Compromisso com 17 Estados brasileiros autoriza a importação e uso emergencial da vacina Sputnik V. A previsão para que o primeiro lote chegue ao Brasil até a próxima semana.

“Essas doses irão passar por um critério de primeira e segunda dose, sendo monitoradas pela Anvisa, como o Termo prevê. O estado do Piauí e cada um dos 17 estados brasileiros que firmaram a compra da Sputnik celebra o Termo e pede a liberação para uso excepcional e daí começa a entrega dos lotes de vacinas”, afirmou o governador.

No total, são 37 milhões de doses da vacina Sputnik V fechadas em contrato com o Consórcio Nordeste. No entanto, neste primeiro momento, a Anvisa autorizou a importação excepcional de doses da Sputnik V para seis estados do Nordeste e cada estado receberá uma quantidade suficiente para duas doses de 1% da população.

O estado do Piauí foi autorizado a importar 66 mil doses; o Maranhão, 141 mil doses; Sergipe, 46 mil doses; o Ceará, 183 mil doses e a Bahia, 300 mil doses.

“As 37 milhões de doses da Vacina Sputnik V, que já salva vidas em outras partes do mundo, vêm para ajudar a ampliar vacinados e imunizados no Brasil. Vamos alcançar a meta traçada lá atrás de vacinar toda demanda brasileira com mais de 18 anos até outubro”, ressaltou Wellington Dias.

Conforme ocorrer as autorizações, os outros estados do Nordeste, do Norte e de outras regiões, que celebraram contrato com o Fundo Soberano Russo, irão receber as doses da vacina, até completar a quantidade contratada.

Saiba mais sobre: