Território Tabajara recebe títulos definitivos de terras

Território Tabajara recebe títulos definitivos de terras
Por Alexandra Teodoro

“Não vai ter índio esperando cesta básica. Agora, com a propriedade de seu território, índio vai estar produzindo na sua própria terra. Vamos trabalhar e desenvolver o Estado”. Esse foi o recado da vice-governadora, Regina Sousa, ao parabenizar a comunidade indígena Tabajara de Piripiri, durante a solenidade de entrega do título definitivo de propriedade de terras.

O documento foi entregue pelo Governador do Estado, Wellington Dias, e pelo diretor-geral do Instituto de Terras do Piauí (Interpi), Chico Lucas, após a conclusão de todas as etapas do processo de regularização fundiária.

Apelidada no Congresso Nacional, durante seu mandato no Legislativo Federal, de “Senadora dos Índios”, Regina Sousa disse que se sente muito honrada e identificada por estar sempre próxima da luta dos povos originários brasileiros. Ela recordou o acampamento “Terra Livre”, que acontece anualmente, reunindo cerca de quatro mil indígenas de várias partes do mundo e no qual ela marcou presença constantemente na condição de senadora.

“Eu tenho esta identificação. Inclusive, este colar que estou usando aqui foi uma índia lá da região sul que botou no meu pescoço e dizem que este é um gesto muito simbólico, que eles estão incluindo a gente como uma pessoa do bem, uma pessoa que eles gostam, que eles querem proteger. E também esta pulseirinha foi uma menina de 12 anos que retirou de seu braço e colocou no meu braço. Então, eu vim hoje para homenagear a todas as comunidades indígenas. Parabéns a todos e todas e vamos trabalhar”, declarou.

A solenidade aconteceu nesta sexta-feira (11), na própria comunidade, no Território indígena do Povo Tabajara de Piripiri, no município de nome homônimo, reunindo comunitários, gestores e lideranças representativas das comunidades que compõem o Povo Tabajara de Piripiri.

O diretor-geral do Interpi, Chico Lucas, como responsável pela politica de regularização fundiária do Estado, reforçou o compromisso do Governo do Piauí para com as comunidades tradicionais, dentre elas, os povos originários do Estado. “Dentre as comunidades tradicionais indígenas estão os Kariri e os Tabajara. Nós já tínhamos regularizado o território indígena de Serra Grande, do povo Kariri, e faltava a gente pagar essa dívida histórica com a população que ainda resistia nas cidades, muitas vezes, tendo que esconder suas origens, com medo da perseguição. Hoje, estamos aqui entregando uma área bastante produtiva para o povo Tabajara e de Pedro II”, festejou o gestor público, e ainda anunciou que  o Povo Tabajara de Lagoa do São Francisco deverá ser a próxima comunidade indígena a  ser beneficiada com a doação de terras feita pelo Estado para pequenos agricultores e comunidades tradicionais.

“A próxima etapa é atender ao povo indígena Tabajara de Lagoa de São Francisco, a comunidade de Nazaré, para que  a gente possa ter efetivamente essa política indigenista desse governo, que é muito importante. No nosso Piauí, o Governo desse Estado tem mostrado que é possível fazer um trabalho melhor pelos povos originários e garantir seus direitos históricos”, concluiu Chico Lucas.

O Cacique José Guilherme demonstrou que a política estatal no Piauí de reconhecer, proteger e  garantir os direitos das comunidades e povos tradicionais vai contribuir para que nação Tabajara, em Piripiri, sobreviva e produza, com segurança jurídica no território que já lhes pertencia de fato.

“Estou agradecido por este povo que me ajudaram, que botaram força para vir até onde a gente estava. são 22 anos de luta, e hoje, estamos, aqui, dentro da natureza, e aqui, poderemos fazer a nossa cultura, nosso trabalho bem feito, com responsabilidade e agradecemos muito ao pessoal do Governo, à prefeita Jove, que muito nos apoiou e a dona Regina Sousa, que lutou demais e se comprometeu. Agora estamos todos aqui, com a presença de vocês todos, do jeito que a comunidade queria e vamos querer sempre ser donos de nossas terras”, pronuncia o líder tabajara.