Paralisação dos motoristas de ônibus continua por tempo indeterminado

Greve dos motoristas e cobradores permanece até que haja proposta do SETUT que contemple
Por Alexandra Teodoro
Foto: agazeta.newsGreve dos motoristas de ônibus
Greve dos motoristas de ônibus

A greve dos funcionários do sistema de transporte público de Teresina vai completar um mês. Já Forram realizadas diversas reuniões no sentido de tentar resolver a questão, ainda sem sucesso. Os motoristas, fiscais e cobradores reforçam sobre a falta de salário, além de benefícios que não estão sendo cumpridos, de acordo com o sindicato da categoria. Eles alegam que há meses não recebem seus vencimentos, desde que finalizou o período de afastamento temporário em razão da pandemia.

Nesta segunda-feira o SINTETRO vai se reunir novamente com o objetivo de avaliar a situação e definir como ficam os próximos dias em relação à paralisação.

Na última sexta-feira, 26, uma reunião decidiu pela continuidade do movimento grevista, por unanimidade. Os trabalhadores decidiram permanecer parados por empo indeterminado, no aguardo de uma proposta do SETUT que contemple os anseios da categoria

Saiba mais sobre: