Alepi deve criar uma Frente Parlamentar em defesa do uso medicinal da Cannabis

O uso da Cannabis para fins medicinais foi tema de uma audiência pública que aconteceu nesta quarta
Por alexandra teodoro
Foto: assessoriaAlepi deve criar uma Frente Parlamentar em defesa do uso da Cannabis para fins medicinais
Alepi deve criar uma Frente Parlamentar em defesa do uso da Cannabis para fins medicinais

O uso da Cannabis para fins medicinais foi tema de uma audiência pública que aconteceu nesta quarta-feira (03), no Cine Teatro da Assembleia Legislativa do Piauí. Isso porque, tramita na Alepi um projeto de lei de autoria do deputado estadual Ziza Carvalho (PT), que incentiva a pesquisa científica com Cannabis SPP e regulamente a Política Estadual de uso da Cannabis para fins medicinais no Estado.

De acordo com estudos e pesquisas, a Cannabis apresenta resultados no tratamento de epilepsia, autismo, Alzheimer, Parkinson, dores crônicas e câncer, entre outras situações. Familiares relatam que os medicamentos reduzem a frequência de convulsões em crianças de dezenas de eventos por dia para um ou dois por semana.

“Meu filho dava 16 crises diárias e hoje ele dá só três. Temos muita dificuldade, porque não há regulamentação e é necessário entrar na justiça para conseguir essa medicação. Com o uso do  medicamento à base de canabidiol, ele teve uma melhora de 70% na condição dele. Deu uma melhorada nos movimentos do tronco, ele já está mexendo o pé e a mão, está bem melhor", é o explica Regina Oliveira, mãe do pequeno Isael Renan, de 4 anos, que sofre com a Síndrome de West, uma doença rara caracterizada por crises epilépticas frequentes e que começa a se manifestar ainda no primeiro ano de vida do bebê.

A Audiência aconteceu de forma conjunta a Câmara Municipal de Teresina, representada pela vereadora Elzuila Calisto, que também propôs um projeto sobre o mesmo tema no parlamento municipal.

Para o deputado Ziza Carvalho, o momento foi muito importante, pois possibilitou o diálogo com todos os segmentos interessados na matéria.

"Foi uma audiência muito proveitosa, onde ouvimos manifestações de diversas autoridades, como médicos que prescrevem a Cannabis Medicinal no Piauí, professores e pesquisadores da UFPI, presidente da Associação Cannabis Medicinal, além do depoimento de mães e pais de crianças que fazem uso do óleo da cannabis. Fizemos diversos encaminhamentos, como a criação da Frente Parlamentar em defesa da Cannabis Medicinal no Estado do Piauí, um grupo de trabalho para debater a regulamentação e melhorar o projeto que apresentei na Assembleia. Nosso objetivo é ajudar esse público que precisa dessa medicação para o tratamento de diversas doenças", concluiu o parlamentar.