ONU aprova resolução que condena invasão russa na Ucrânia

Apesar da posição dúbia, Brasil votou a favor; China se absteve e cinco países foram contra
Por Terra
Foto: AssessoriaApesar da posição dúbia, Brasil votou a favor; China se absteve e cinco países foram contra
Apesar da posição dúbia, Brasil votou a favor; China se absteve e cinco países foram contra

Os países-membros da Organização das Nações Unidas (ONU) votaram e aprovaram nesta quarta-feira, 2, a resolução que condena a invasão russa na Ucrânia. Foram 141 votos a favor, cinco contrários e 35 abstenções.

Apesar de uma posição dúbia com relação a Rússia, o Brasil votou a favor da resolução. Apenas cinco países foram contra: Belarus, Coreia do Norte, Eritreia, Síria e a própria Rússia. A China votou por se abster na questão. A resolução precisava de 2/3 dos votos dos 193 países-membros.

Embora não tenha força vinculativa, a resolução tem um peso político e mostra o isolamento da Rússia diante de uma série de países democráticos que compõe a ONU.

A votação ocorre após a convocação da sessão de emergência, aprovada no domingo, 27, pelo Conselho de Segurança, quando 11 países votaram a favor, entre eles, o Brasil e os Estados Unidos. A Rússia foi contra a decisão, mas não pôde usar o poder de veto.

Esta é a primeira vez desde 1982 que o Conselho de Segurança pede sessão de emergência da Assembleia Geral.