El Salvador irá construir a primeira Cidade Bitcoin do mundo

De onde virá o dinheiro para construir Bitcoin City?
Por tecmundo

Parece que o presidente de El Salvador, Nayib Bukele, está apostando todas as suas fichas (ou seriam criptofichas?) no bitcoin. Depois de transformar o criptoativo em moeda oficial do país caribenho no dia 7 de setembro, ele fez um anúncio bombástico durante o encerramento da Semana do Bitcoin no último sábado (20): a construção da Bitcoin City, a primeira metrópole da espécie no mundo.

De acordo com a BBC News, que divulgou a novidade no domingo (21), Bukele já tem até a localização da futura Cidade Bitcoin: ficaria estrategicamente próxima a um vulcão (que forneceria a energia geotérmica para abastecer a mineração), entre as cidades de Conchagua e La Unión. A previsão é que a cidade tenha forma circular para representar uma moeda gigante e que tenha sua economia gerada apenas através de impostos de valor agregado.

De onde virá o dinheiro para construir Bitcoin City?

Visionário, o presidente Bukele não apresentou um cronograma real para a criação da cidade. Falou apenas de um suposto “Bitcoin bond” de US$ 1 bilhão (R$ 5,6 bilhões), um título de renda fixa emitido pelo governo do país. Metade do valor seria destinado à construção da infraestrutura de energia e mineração, e o resto reinvestido na compra de mais moedas digitais.

O diretor de estratégia da desenvolvedora de títulos canadenses Blockstream, Samson Mow, explicou que este bilhão de dólares será “tokenizado” mediante a emissão de títulos de dez anos nomeados em dólar, com bônus de 6,5% pagos aos investidores. Espera-se que a parte de US$ 500 milhões, que será convertida em bitcoins e bloqueada por cinco anos, sirva para que a moeda valorize ainda mais.

Com cerca de metade da população do país vivendo abaixo da linha de pobreza, os dois meses e meio de convivência com a nova moeda oficial foram marcados por confusões e protestos em El Salvador. Em manifestações realizadas nas principais cidades, a nova moeda é chamada de “Bitcoin, a fraude”.