Após série de execuções, Paraguai anuncia operação na fronteira com Brasil

Operação, batizada de 'Soberania', pretende instalar um 'comando conjunto'
Por globo.com

O ministro do Interior do Paraguai, Arnaldo Giuzzio Benítez, anunciou, nesta quarta-feira (13), a instalação de um "comando conjunto" entre a Polícia Federal do Brasil e as forças de segurança paraguaias. O objetivo é atuar nas região de fronteira, entre Ponta Porã, cidade brasileira que fica em MS, e Pedro Juan Caballero, cidade do país vizinho.

Conforme dito por Benítez, o acordo com a Polícia Federal brasileira permite a instalação do "comando", que terá como objetivo principal a troca de informações entre as autoridades policiais, militares e de inteligência dos países.

Após uma série de execuções em cidades próximas à fronteira entre o Brasil e Paraguai, a operação deve concentrar as forças de segurança pública no departamento de Amambay (estado paraguaio), especificamente nos municípios de Pedro Juan Caballero e Capitán Bado.

Em menos de uma semana, seis pessoas morreram na região de fronteira

Durante o anuncio, o ministro disse que, com a instalação do esquema de trabalho, foram incorporadas diversas profissionais das seguintes forças de segurança do Paraguai: Força Tarefa Conjunta (FTC), a Secretaria Nacional Antidrogas (SENAD), as forças táticas do Polícia Nacional como a Força Especial de Operações Policiais (FOPE) e a Força Aérea, em ações nas quais podem intervir conjuntamente.