Novo Renavam começa a funcionar no mês de dezembro

O Renavam é o sistema responsável por armazenar todos os dados dos veículos que circulam no país
Por Alexandra Teodoro
Foto: AssessoriaO Renavam é o sistema responsável por armazenar todos os dados dos veículos que circulam no país
O Renavam é o sistema responsável por armazenar todos os dados dos veículos que circulam no país

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PI) e a Agência de Tecnologia de Informação (ATI) implementarão um novo sistema de Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). Por conta da necessidade de migração, integração e homologação dos dados com a base nacional, os serviços relacionados a veículos (transferências, emplacamentos, comunicação de venda em cartório, vistoria, multas e emissão de taxas referentes a esses serviços) ficarão suspensos de 11 a 15, retornando com o funcionamento a partir de 16 de dezembro. A iniciativa tem como objetivo oferecer um serviço mais ágil e com maior qualidade aos usuários.

Das 22h do dia 17 (sexta-feira) até uma da manhã do dia 19 (domingo), a Agência de Tecnologia (ATI), trabalhará na atualização do banco de dados para minimizar possíveis intercorrências.

“Vamos migrar os dados do sistema antigo para o novo sistema de 11 a 15, em seguida faremos os últimos testes para que no dia 16, o Detran possa retornar a prestação dos serviços já com o novo sistema de veículos. Além disso, equipes do Detran e da ATI estarão de plantão para sanar quaisquer problemas que possam vir a surgir com a nova tecnologia”, explicou João Filho, gerente de tecnologia do Detran-PI.

O Renavam é o sistema responsável por armazenar todos os dados dos veículos que circulam no país. Diferentemente do atual, o novo sistema operará com uma tecnologia mais moderna, com isso, o Detran-PI passará a oferecer um serviço mais rápido e as falhas de conexão reduzirão significativamente. “Este novo sistema é a realização de sonho antigo, trazendo mais comodidade para as equipes internas da ATI e Detran, com mais estabilidade, utilizando equipamentos de baixa plataforma e menor custo para o Estado, o que vai possibilitar replicar e dar mais celeridade na prestação de serviços ao cidadão”, destacou o diretor da ATI, Antônio Torres.

Para o diretor geral do Detran, Garcias Guedes, o usuário será o maior beneficiado com a mudança. “A usabilidade vai ser melhor, o atendente do Detran terá um sistema mais fácil de manusear e mais ágil, o que vai tornar o atendimento ao usuário mais rápido e mais estável”, frisou o diretor.

Garcias Guedes informou ainda que, durante o período de implantação do novo Renavam, os serviços referentes a Habilitação funcionarão normalmente, sem qualquer interrupção.