Greve dos motoristas e cobradores cessa após proposta do TRT

Movimento grevista fica suspenso por 90 dias
Por Alexandra Teodoro

A greve dos motiristas  ecobradores dos transportes públicos da capital teresina durava 36 dias, após várias tentativas de acordo, sem sucesso.

Na manhã desta segunda (15), a presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região (TRT- 22), Liana Ferraz de Carvalho, mediou reunião entre Sindicato e empresários de ônibus e determinou que se tomassem uma decisão atéas 16h desta segunda.

A proposta de conciliação consiste em:

- trégua no movimento grevista por 90 dias, com a suspensão do Dissídio Coletivo de Greve;

- Realização de reunião com mediação do MPT em 90 dias para negociar norma coletiva e para apresentar as planilhas de custos de ticket e plano de saúde pelo SETUT;

- Pagamento do salário de janeiro até o dia 18 de março para os funcionários que trabalharam no mês em questão

Saiba mais sobre: