Wellington libera R$ 3 milhões para o combate à febre aftosa no Pi

Vale destacar que o Piauí é referência nacional em campanhas de ações preventivas
Por Alexandra Teodoro
Foto: AssessoriaVale destacar que o Piauí é referência nacional em campanhas de ações preventivas no combate e erradicação da febre aftosa.
Vale destacar que o Piauí é referência nacional em campanhas de ações preventivas no combate e erradicação da febre aftosa.

O governador Wellington Dias participou, nessa segunda-feira (8), de audiência com o presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Piauí (Adapi), Genilson Sobrinho, e representantes de outros órgãos para traçar um plano estratégico dentro do Programa Nacional de Vigilância da Febre Aftosa.

“Nossa agência de vigilância tem um grande desafio em 2021. Estamos preparando um plano que tem como objetivo colocar o Piauí como área livre de vacinação. Queremos atingir um padrão alcançado por outros estados onde não há a necessidade de vacinação. O que existe é um funcionamento das barreiras sanitárias e um conjunto de medidas”, comentou o governador.

Focado em seguir o que foi programado com o governo federal, Wellington comentou sobre os recursos destinados. “Autorizamos a liberação de R$ 3 milhões e também estamos agilizando um convênio com o Ministério da Agricultura de aproximadamente R$ 1,8 milhão. Nosso objetivo é resolver os problemas de âmbito local, como a possível falta de equipamentos, por exemplo”, explicou Dias.

Saiba mais sobre: