Coren Piauí lança campanha contra fake news sobre as vacinas contra a Covid-19

Campanha "Eu confio nos profissionais de Enfermagem
Por Alexandra Teodoro

A vacinação no Piauí foi iniciada ainda em janeiro, porém, parte da população mostra relutância em se vacinar devido as fake news dificultando a imunização no Estado_

Foto: AssessoriaCoren Piauí lança campanha contra fake news
Coren Piauí lança campanha contra fake news

O Conselho Regional de Enfermagem do Piauí lançou nesta quinta feira (11), a campanha "Eu confio nos profissionais de Enfermagem" como forma de combate a desinformação sobre a vacinação no Estado. As fake news e resistência de piauienses em se vacinar são encaradas com preocupação pelos profissionais.

Já contabilizam três semanas da primeira vacinação no Piauí. O médico obstetra Joaquim Vaz Parente, de 75 anos, foi o primeiro piauiense a ser vacinado contra a Covid-19. A vacinação apontava um novo recomeço e a quedra da primeira barreira a ser vencida contra o coronavirus no Estado.

No entanto, há certa resistência por parte dos piauienses diante da possibilidade de vacinação, causada muitas vezes pela desinformação, já considerada uma preocupação pelos profissionais de sáude e pesquisadores. 

*Circulação de fake news*

Em todo o país circulam correntes de whatsapp sobre a procedência da vacina. São vídeos e denúncias falsas questionando a segurança e integridade de profissionais da saúde, com seringas supostamente vazias. 

De acordo com a pesquisa Datafolha, 9% da população brasileira não quer se vacinar contra o coronavirus. Com a crescente expansão de grupos antivacina nas mídias sociais, as fake news sobre a vacina da covid-19 são fortemente divulgadas. 

*Campanha "Eu confio nos profissionais de Enfermagem"*

Para o Presidente do Conselho Regional de Enfermagem (COREN-PI), Dr. Antônio Neto, a disseminação da desinformação pode atrapalhar a imunização da população. "A enfermagem exerce tarefas fundamentais na gestão dessa vacina e também conscientizando a população da importância de se vacinar. Somos protagonistas em várias campanhas de vacina que ocorreram no passado", diz.

Os ataques de fake news comprometem a imunização dos piauienses e a ética dos profissionais de enfermagem. "A enfermagem piauiense, brasileira, possui ética profissional. A população pode ficar tranquila, pois os profissionais de enfermagem irão administrar essas vacinas, afim de garantir que esses imunobiológicos cheguem até a população de forma segura e eficaz", garante o Presidente do Coren-PI.

*Vacinação no Piauí*

O Governo do o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), disponibiliza desde o dia 25 de janeiro o vacinômetro, ferramenta para acompanhar a evolução da campanha de vacinação contra a Covid-19. O aplicativo garante transparência dos dados em relação ao enfretamento da pandemia no Estado. 

De acordo com a ferramenta, 13.113 pessoas já receberam a primeira dose da CoronaVac na estado. Desse total, 12.840 doses foram recebidas por profissionais de saúde, 264 por idosos residentes em instituições de longa permanência e nove pessoas com deficiência institucionalizadas.

Saiba mais sobre: