Seleção Brasileira vence Uruguai em um jogo marcado por belos lances

O jogo teve nomes em destaque, como Lucas Paquetá
Por Terra
Foto: TerraSeleção vence Uruguai, com excelente atuação de Lucas Paquetá
Seleção vence Uruguai, com excelente atuação de Lucas Paquetá
Foto: TerraSeleção vence Uruguai, com excelente atuação de Lucas Paquetá
Seleção vence Uruguai, com excelente atuação de Lucas Paquetá

A maneira como a Seleção Brasileira pavimentou sua goleada por 4 a 1 sobre o Uruguai passou pelos pés de Lucas Paquetá. Ao aliar segurança para evitar o ímpeto adversário com sua perspicácia a cada investida brasileira, o camisa 17 abriu caminho para que Neymar, Raphinha e o restante dos comandados de Tite pudessem ir à frente e construir o triunfo na Arena da Amazônia.

Ao atuar pela esquerda, Paquetá encontrou espaços para fazer investidas com Neymar e, com disciplina tática, encontrar as primeiras brechas na defesa uruguaia. Preciso nos passes e desarmes, o jogador do Lyon levou a melhor nas corridas com Nández a cada arrancada e foi decisivo no segundo gol.

Com fôlego, Lucas Paquetá deixou Nández para trás e atravessou a bola para Neymar. O atacante finalizou mas Muslera defendeu parcialmente. Na sobra, Raphinha completou. Suas investidas contra o lateral uruguaio foram recorrentes e incluíram uma bela "caneta".

Além disto, seu primeiro tempo foi incansável ao municiar o ataque. Até mesmo quando saía da esquerda e ia para o meio, se lançava para tentar jogadas com Raphinha e Gabriel Jesus.

Nos 60 minutos nos quais esteve em campo (quando Antony entrou em seu lugar), Paquetá soube se adequar à forma como o Brasil atuava, seja na busca pelo equilíbrio ou ao batalhar para manter a postura incisiva canarinha.

- Na construção, nunca abriu mão da linha de quatro com seu goleiro e meio-campistas. Encontramos espaços hoje com volantes, um puxando na frente e outro rodando por trás, para essa bola chegar com tempo e espaço para Neymar, ou para Paquetá, são jogadores criativos - declarou Tite ao avaliar como a formação do meio de campo canarinho (com Fabinho, Fred e Paquetá) se portou.

Capaz de ajudar a Seleção com sua polivalência, Lucas Paquetá comprova jogo a jogo que pode estar no Qatar em 2022.