Especial 'Harry Potter': 6 curiosidades e revelações da produção da HBO Max

Produção foi lançada neste sábado (1) para comemorar os 20 anos da estreia da franquia nos cinemas
Por alexandra teodoro
Foto: Foto: Reprodução / HBO MaxRupert Grint, Emma Watson e Daniel Radcliffe
Rupert Grint, Emma Watson e Daniel Radcliffe

Estreou neste sábado (1) o especial Harry Potter: De Volta A Hogwarts, produção da HBO Max em comemoração dos 20 anos da franquia do bruxinho mais famoso do mundo. Daniel Radcliffe, Emma Watson, Rupert Grint e elenco se reuniram para falar sobre os bastidores dos filmes que marcaram gerações.

1. Velas flutuantes do Salão Principal eram reais
O uso de efeitos especiais em Harry Potter já era conhecido, mas nem todos os fãs do bruxinho sabem que as velas que aparecem no Salão Principal, onde professores e alunos se reuniam para as refeições ou comunicados importantes, eram reais! O elenco revelou no especial que os designers do set usaram velas de verdade.

"Um dos meus momentos favoritos no set foi quando todas as velas flutuantes começaram a queimar pelas cordas que as prendiam ao teto e começaram a cair no Salão Principal", brincou Radcliffe.

2. Alan Rickman soube da história de Snape antes de todo mundo
Radcliffe contou que Alan Rickman, ator que intepretou Severo Snape na franquia, sabia da história de vida do personagem antes de todo mundo.

"Ele disse que precisava saber o que acontecia. Chris [Columbus, o diretor] dizia a ele, 'Por que você está fazendo isso?' [e Rickman dizia], 'Eu te conto mais tarde'", revelou o ator.

3. Emma Watson se apaixonou por Tom Felton durante as gravações
Emma, que interpretou Hermione, e Tom, que viveu Draco Malfoy, são bons amigos e falaram sobre a amizade durante o especial. A atriz revelou que se apaixonou por ele quando participavam de uma sessão de desenho com um tutor. Na aula, eles foram instruídos a desenhar como achavam que era Deus.

"Tom desenhou uma menina com um boné para trás e um skate. Eu me apaixonei", disse Emma. Apesar da paixão, a diferença de três anos de idade fez com que Tom a visse apenas como uma irmã mais nova. "Eu a protegia muito", contou.