Museu da Imagem e do Som trará espaços públicos para produções e exposições

O novo prédio contará também com uma biblioteca, restaurante, auditório, e cafeteria e salão externo
Por alexandra teodoro

Os serviços de reforma e ampliação para abrigar a estrutura do Museu da Imagem e do Som (MIS) e uma pinacoteca no Centro de Teresina, seguem avançando e estão em fase de colocação de forros.

A revitalização do local, que já chegou a funcionar como sede da Câmara Municipal, está sendo realizada pela Prefeitura de Teresina, através da Superintendência das Ações Administrativas Descentralizadas (SAAD) Centro.

Segundo o superintendente Roncalli Filho, a entrega da obra pronta para a população ocorrerá ainda neste ano. Ele acrescenta que são pelo menos R$ 8 milhões em investimentos, por meio de recursos do Banco do Brasil, para transformar o prédio que estava abandonado em um novo ponto turístico e pólo para a educação e cultura teresinense.

Isso porque, conforme explica Roncalli Filho, após a conclusão dos serviços, a estrutura do prédio passará a contar com salas especiais para a edição de vídeo, gravação de som, triagem, revisão de filmes, digitalização e fotografia.

Incremento na estrutura

Para além das produções, o local também terá espaços para exposições, com salas de projeção, locais para exposição e atividades culturais e lojas.

O novo prédio contará também com uma biblioteca, restaurante, auditório, e cafeteria e salão externo.

Obras em andamento

O superintendente relata que as obras de reforma ocorrem em duas etapas, sendo a primeira de restauração, modernização e ampliação na parte de infraestrutura e depois as instalações na fase final, que será a de museologia.

Para Roncalli Filho, obra trata um ambiente novo, contemplando exposições culturais e eventos grandes. “Nosso objetivo é que essa seja uma obra para a modernização e de inovação na parte cultural do estado do Piauí, uma importante contribuição da gestão do prefeito Dr. Pessoa para os artistas e também para que as pessoas tenham um local para ver as exposições, estudar e ter uma programação de lazer com a família e amigos”, destacou.

Saiba mais sobre: