Monise Borges lança clipe de “Vai Passar”, gravado na Barragem do Bezerro

A locação foi a Barragem do Bezerro, foi escolhida para trazer a água como símbolo de cura
Por Alexandra Teodoro
Foto: AssessoriaA locação escolhida para o clipe, a Barragem do Bezerro, foi escolhida para trazer a água como símbolo de cura
A locação escolhida para o clipe, a Barragem do Bezerro, foi escolhida para trazer a água como símbolo de cura

Em meio aos obstáculos impostos pela pandemia, a cantora e compositora [linktr.ee/moniseborges] Monise Borges propõe olharmos para nós mesmos, promovendo um autocuidado, tudo dito por meio da sua poesia musicada. A [bit.ly/monisevaipassar]canção “Vai Passar” ganha agora o seu clipe, gravado em um importante ponto turístico piauiense, a Barragem do Bezerro, em José de Freitas, e já está disponível [bit.ly/moniseborgesyoutube]no canal do Youtube da artista.

Segundo Monise Borges, a ideia da música veio pela necessidade que a artista sentiu em sanar a tristeza gerada pelo impacto de uma pandemia que levou muitas vidas e com elas sentimentos como a esperança e tantos outros que ajudam a fortalecer as pessoas em momentos de insegurança. Além disso, a forma como a crise sanitária se estendeu gerando picos de contaminação e mais mortes causou na artista a reflexão que gerou a música.

A locação escolhida para o clipe, a Barragem do Bezerro, foi escolhida para trazer a água como símbolo de cura, renovação e conexão. Também foi trabalhado no clipe a ideia de que, por meio da conexão nossas as raízes ancestrais, é possível ter a força necessária para construir um futuro melhor. Por isso, Monise, que tem ascendência indígena, convidou a artista visual e produtora cultural Aliã Guajajara para participar do clipe.

Aliã é uma importante voz indígena, filha de pai Tabajara e mãe Guajajara, e uma pessoa que a cantora já tinha uma admiração imensa, por ser uma defensora dos direitos dos povos originários e pela sua representação.

“A voz de Monise Borges circula pelo nosso ser, acalentando e impulsionando, mesmo em tempos áridos.” Aliã Guajajara

Ícaro Uther, o diretor, roteirista, diretor de fotografia e editor do clipe, fria que a produção tinha como objetivo produzir uma obra audiovisual mais sensorial, que desse uma ideia de curta metragem.

“A entrega da Monise e da Aliã é fantástica. Ver as duas contracenando é maravilhoso. O sentimento ali é verdadeiro, acredito que o público vai se surpreender não só com elas, mas com toda a beleza da locação onde foi rodado”, ressalta Ícaro Uther.

Com produção da Geleia Total e 1150 Produções, o clipe de “Vai Passar” é capaz de nos emocionar profundamente e reavivar nossas esperanças de que esse período tão complicado que todos estamos vivendo não só pode como vai passar.

Ficha Técnica

direção e roteiro

ÍCARO UTHER

elenco

MONISE BORGES

ALIÃ GUAJAJARA

direção de fotografia e edição

ÍCARO UTHER

locação

BARRAGEM DO BEZERRO (JOSÉ DE FREITAS-PI)

imagens via drone

DRONE WELL

figurino

SILMARA SILVA

maquiagem

BIA MAGALHÃES

making of

RAYNARA DE CASTRO

produção executiva

NOÉ FILHO

still

JOSÉ AILSON

RAYNARA DE CASTRO

motion graphics

HERICK FELIPE

assistentes de produção

KAMILA CANABRAVA

IGOR FILIPE

agradecimentos

ADRIANO LOBÃO

ANA ARAÚJO

ANA SAMPAIO

AURINÉIA BEZERRA

CAIO NEGREIROS

CHICO LUCAS

IGOR FILIPE

JASMINE MALTA

JÉSSICA NEGREIROS

LUIZ AYRTON

MARIA DO AMPARO PAZ

MARINA COÊLHO

MARYANNE COÊLHO

NAYLA HOLANDA

apoio

CLÍNICA ENDÓCRINOS

MERCADO DOS GRÃOS

PAX UNIÃO

produção

GELEIA TOTAL

1150 PRODUÇÕES