Existem quantas formas de Dançar? De que forma você Dança?

Como você percebe a forma da Dança do outro?
Por Alexandra Teodoro

O Congresso FORMA surge para afirmar a Dança em sua pluralidade de ações no Piauí (Corpos, modos, lugares, temporalidades, durações e jeitos que compõem múltiplas formas de Dançar). As ações são pensadas neste evento por meio dos aspectos formativos, performativos e afirmativos da Dança como área de conhecimento específico, tendo em vista sua complexidade e implicação social. 

Foto: AssessoriaCongresso de dança
Congresso de dança

O Piauí respira a Dança de ponta a ponta e dispõe de produção acadêmica (fruto de pesquisadores que realizam seus estudos em outros estados ou em cursos afins no Piauí) e artística contundentes no cenário nacional e internacional, apesar disso, o estado ainda carece de uma graduação específica na área. 

Pensar a Dança como área de conhecimento dentro das instituições de ensino superior (IES) é importante para fortalecer a formação dos corpos em diversos aspectos, que vão do pessoal até o profissional, uma vez que a Dança é intrínseca à natureza humana.

Neste sentido, a primeira edição do Congresso Piauiense de Ações Formativas, Performativas e Afirmativas em Dança, tem a intenção de provocar um diálogo entre a Universidade Estadual do Piauí – UESPI e a comunidade de artistas, pesquisadores, professores e praticantes da Dança. Entre os artistas e mediadores convidadores estão: Marcelo Evelin, coreógrafo, pesquisador e intérprete, Artenilde de Silva Afoxá - Artivista das artes performáticas e mestra em Educação UFPI, Luzia Amélia - Coreógrafa, bailarina, Performer, artivista e mestra em dança UFBA, Tereza Rocha - doutora em artes cênicas do Rio e muitos outros.

O Congresso Forma será realizado remotamente (plataformas virtuais) e contará com apresentações de trabalhos universitários/acadêmicos, mesas redondas, oficinas, performances artísticas, entre outras ações. 


Site: www.even3.com.br/congressoforma/
Instagram: @Congressoforma

Saiba mais sobre: