Estudantes da Uespi apresentam documentários sobre direitos humanos

O projeto faz parte de uma parceria entre a Uespi, Fundação Antares e o ICM
Por Alexandra Teodoro

Documentários produzidos por alunas do curso de Jornalismo da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) estão sendo apresentados no Projeto 70 Olhares sobre os Direitos Humanos, no YouTube, entre os dias 20 e 24 de janeiro. O projeto faz parte de uma parceria entre a Uespi, Fundação Antares e o Instituto Cultura em Movimento (ICEM).

Foto: Assessoria70 olhares
70 olhares

A iniciativa reúne 70 filmes de um minuto cada, sendo esses produzidos por 10 cineastas e 60 estudantes de todo o Brasil. Quatro estudantes da Uespi foram contempladas ainda em 2019, após a seleção dos roteiros via edital, e, com isso, começaram a executar o trabalho. As apresentações estavam previstas para o ano de 2020, contudo, em virtude da Pandemia, o evento foi adiado e será neste ano de forma on-line.

Documentários

1. Acredite em Mim

Lilith Rêgo e Maria do Socorro Moura, alunas do 3º bloco do curso de Jornalismo, apresentarão o documentário “Acredite em mim”. Lilith conta que a execução da proposta ocorreu no início do ano de 2020. “As gravações foram corridas, porque escolhemos trabalhar com uma escolinha em que as crianças estavam quase entrando de férias”, destacou a estudante.

“No documentário, abordamos sobre as crianças autistas e crianças com síndrome de Down. Eram muitas individualidades juntas e foi um desafio retratar a todos”, contou Maria do Socorro Moura, participante do projeto.

2. Aquele que ninguém vê

Anna Paula Couto,  também do 3º bloco de Jornalismo, e Samara Mesquita do curso de Pedagogia da UFPI, abordaram no documentário a saúde mental dos professores. Segundo Paula, esse é um assunto muito importante, sendo muito abordado, mas ainda não é o suficiente. “Quando nós nos questionamos sobre o apoio psicológico que nossos professores têm, vimos que não tínhamos uma resposta. Então, resolvemos ir em busca e ver a questão pela perspectiva deles”, disse a estudante.

3. Uma Breve História Sobre Munduí

A aluna Mirelly de Sousa Moura, discente do 3º bloco do curso, relata em seu documentário a vida de um imigrante que vive na capital piauiense. “A narrativa vai contar a visão de um imigrante chinês, enfatizando o aspecto social e como ele lida com isso. Mostrando sua forma de superação com as situações adversas que só um imigrante passa”, contou a estudante.

Os 70 filmes foram divididos em cinco DVDs, que estão sendo apresentados em lives com duração média de 1h45. As transmissões são pelo canal do ICEM no YouTube, às 19h, desde quarta-feira (20).

Saiba mais sobre: