Arloon Cunha, de Floriano participa do festival, que nesse ano é on line, dia 27

As gravações foram realizadas no primeiro final de semana do mês.
Por Alexandra Teodoro
 Floriano, no Piauí tem boas referências culturais. Nos últimos meses uma onda autoral vem surgindo, através dos esforços do músico Arloon Cunha. Baixista, compositor, arranjador, diretor músical, cultural e acadêmico de Pedagogia, Arloon Cunha começou a atuar como Sideman em 2004 na Cidade de Floriano, desempenhando rabalho de diretor musical e freelancer com quase 70 artistas.

Iniciou carreira em 2004. 11 anos depois mudou-se para Teresina onde deu continuidade aos seus trabalhos até então, realizados em Floriano (PI).⠀Em 2020 passou a dedicar-se a projetos de valorização da música autoral em Floriano, nessa nova versão de sí mesmo.⠀⠀⠀⠀

Foto: Alexandra TeodoroArloon Cunha
Arloon Cunha no material de divulgação do festival Piaga

  
Para o Piaga Festival de Artes Integradas traz um pouco do seu projeto "Noites Flutuantes" é seu projeto onde canta suas próprias canções. Em 2021 segue no cenário alternativo com novas Parcerias e Artistas, no melhor estilo "juntos somos mais fortes".⠀⠀

Foto: Alexandra TeodoroArloon Cunha
Arloon Cunha durante sua participação na gravação para o Piaga On Line

Serviço:
Piaga Festival de Artes Integradas

Data: 27 de fevereiro de 2021
Horário: 17h
Onde: no YOUTUBE: Youtube.com/channel/festivalpiaga
News pelo: Instagram.com/piaga_festival/

Mais sobre Arloon Cunha

Participou de workshops e teve experiências com artistas Internacionais. Já tocou como Sideman de em 123 cidades e com mais de 1.558 shows no currículo, teve comentários e algumas matérias na revista Bass Player, no início de 2020 iniciou um trabalho autoral na cidade de Floriano-PI, Chamado Noites Flutuantes que fala da história da cidade de Floriano-PI e a magia da Vida Noturna da Cidade.

Ainda em 2020, atuou como diretor músical do artistas Pê Lemos, ganhou o prêmio TS Pocket, em parceria com o Totte Studio e Sebrae. Arloon já participou de grandes festivais do Estado como Sideman de Artistas Regionais como o Festival de Jazz de Pedro 2, em 2021, Arloon participa do Piaga, dando sequência, ao que vinha sendo construído em 2020. E atualmente está trabalhando em seu primeiro trabalho autoral chamado noites Flutuantes, que além de Entrar na Cena autoral do Piauí, traz o reforço e incentivo da Cidade de Floriano. 

Foto: Alexandra TeodoroArloon Cunha
Arloon Cunha

" Eu Entendo que a música começa de uma voz e um violão, que através disso e desses momentos de criação a gente possa eternizar momentos e sensações através da musica. A Cidade de Floriano com sua beleza de sua arquitetura e seus poetas pode ser um uma das cidades que vai crescer na cena autoral do estado, tudo começa no barzinho, não apenas a minha música mas de todos os artistas que compõe o cenário autoral do Estado, ter os Barzinhos da Região Sul do Estado apoiando isso é Fantástico para o crescimento e expansão da cena como um todo ", comenta o músico.

Saiba mais sobre: