PMDF convoca todos os militares para segurança nas ruas de Brasília no feriado

Militares de folga foram chamados para reforçar policiamento
Por globo.com
Foto: Globo.comReforço nas ruas de Brasília
Reforço nas ruas de Brasília

A Polícia Militar do Distrito Federal decidiu convocar "todo o efetivo disponível" para fazer a segurança nas ruas de Brasília nesta terça-feira (7), feriado da Independência do Brasil. Por estratégia interna, a corporação não informa o número de militares empenhados no serviço.

Desde a noite de domingo (5), as vias que dão acesso à Esplanada dos Ministérios estão fechadas para o trânsito de veículos. No entanto, por volta das 20h desta segunda-feira, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) furaram o bloqueio da PM e invadiram a Esplanada dos Ministérios.

Eles foram convocados pelo presidente para participar de um ato com pautas antidemocráticas, com ameaças a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Congresso Nacional.

O grupo retirou grades de segurança que estavam ao longo da via, próximo ao Palácio do Itamaraty e ao Congresso Nacional. Na manhã desta-feira, caminhões e ônibus estavam estacionados na área, desrespeitando a proibição de veículos no local.

Após o ocorrido, a Polícia Militar informou que não houve uma invasão. Já a Secretaria de Segurança Pública do DF disse, em nota, "que a situação está sob controle".

Sem desfile

Ainda em agosto, o Ministério da Defesa informou que não haveria desfile militar, por causa da pandemia de Covid-19. À época, a pasta disse que as Forças Armadas fariam o hasteamento da bandeira em frente ao Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República, com restrição de público.

O desfile de 7 de setembro já havia sido cancelado no ano passado, também por causa da pandemia. Autoridades de saúde recomendam que sejam evitadas aglomerações, para desacelerar o contágio pelo coronavírus.

Trânsito

Na Esplanada dos Ministérios, o trânsito está interditado desde a noite de domingo (5). As vias S1 e N1 permanecem bloqueadas para a passagem de veículos, pelo menos até esta terça-feira.

Policiamento

Além da PM, agentes do Departamento de Trânsito (Detran-DF) vão atuar na fiscalização e também na orientação para os motoristas.

O Departamento de Polícia Especializada (DPE), da Polícia Civil, no Parque da Cidade, vai concentrar as ocorrências de flagrante. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF), os casos relacionados a ação nas ruas serão registrados pela Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial, Religiosa, ou por Orientação Sexual (Decrin).

As demais ocorrências policiais, no centro de Brasília, ficam concentradas na 5ª Delegacia de Polícia (Asa Norte). As delegacias do DF, que atuam em regime de plantão, também ganharam reforço na equipe.

Saiba mais sobre: