Governo escolhe Fausto de Andrade Ribeiro para comandar BB

Executivo é presidente da subsidiária do BB desde setembro de 2020

Fausto de Andrade Ribeiro é presidente da subsidiária do BB desde setembro de 2020. Antes de assumir o cargo, ele foi gerente executivo do banco por quase quatro anos, responsável pela área de canais de terceiros, como correspondentes bancários, banco postal, redes compartilhadas e Banco 24 horas.

Foto: TerraEle foi gerente geral da instituição financeira para Espanha e Marrocos
Ele foi gerente geral da instituição financeira para Espanha e Marrocos

Ele foi gerente geral da instituição financeira para Espanha e Marrocos, gerente executivo e responsável pela área de controle contábil do BB e gerente executivo do Banco Patagônia em Buenos Aires.

André Brandão já havia sido comunicado da decisão do presidente Jair Bolsonaro sobre sua demissão. Ele renunciou para não ficar de "stand-by" esperando a formalização da sua saída.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, tentou segurar Brandão por mais tempo no cargo e evitar o anúncio neste momento, para evitar a amplificação de ruídos no mercado financeiro após a demissão do presidente da Petrobrás, Roberto Castelo Branco.

No governo, um dos nomes mais cotados para a presidência do BB era o do vice-presidente corporativo do BB, Mauro Ribeiro Neto. Mas segundo apurou o Estadão/Broadcast, o ministro da Economia, Paulo Guedes, considerava Neto (33 anos), muito jovem para assumir o comando do banco público. O executivo, que é servidor público de carreira e já atuou na Secretaria de Coordenação e Governança de Estatais do extinto Ministério do Planejamento, permanecerá no cargo.

Já o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, patrocina a candidatura de Eduardo Dacache para assumir o BB. Ele é presidente da Caixa Seguridade e, por isso, a sua indicação sofre resistências dentro do BB, diante da rivalidade que existe entre os dois maiores bancos públicos do País.