Chuvas em Paraty: mulher que morreu junto de seis filhos era mãe solteira

Vitima estava prestes a ganhar casa nova
Por Globo
Foto: ArquivoVitima estava prestes a ganhar casa nova
Vitima estava prestes a ganhar casa nova

Vítimas das chuvas que atingem o estado do Rio desde quinta-feira, Lucimar de Jesus Campos e seus filhos formavam uma família tradicional caiçara conhecida na praia de Ponta Negra, em Paraty, na Costa Verde fluminense. Nascidos e crescidos no ponto turístico, cujo acesso só é possível por barco ou por uma trilha, os sete morreram na manhã deste sábado num deslizamento durante forte chuva. A família vivia numa casa de pau a pique e a comunidade estava se mobilizando para que Lucimar e os filhos tivessem uma moradia melhor. Presidente da associação de moradores de Ponta Negra, Cauê Villela conta que a mulher era “extremamente trabalhadora”.

— Moravam a vida toda (em Ponta Negra). A mãe trabalhava fazendo serviços gerais, era mãe solteira, a casa precária. Eu havia acabado de fechar com a promoção social para a construção da casa deles, pois onde viviam era de pau a pique – relatou Cauê, que completou dizendo que ela trabalhava para cuidar dos filhos sozinha.

Na última terça-feira, Lucimar participou de um mutirão realizado pela associação de moradores para limpar o bambuzal em volta da escola para fazer uma área para as crianças do local.